A melhoria genética e reprodutiva que chega pelo zootecnista até o nosso prato

By Luana MouraQualidade de vidaWith 0 comments

Que a zootecnia, e o profissional Técnico em Zootecnia, que caminha lado a lado com o trabalho de aprimoramento no campo, são essenciais para a evolução do agronegócio e da pecuária como um todo, nós temos conhecimento. Uma fazenda, por exemplo, sem este profissional fica à mercê do tempo e de uma falta de melhorias práticas com a produção que está sendo feita ali.

Por isso, o zootecnista deve sempre ser uma realidade no quadro de trabalhadores do agronegócio, para manejo e pesquisa e também no apontamento de soluções no quesito da alimentação dos animais, por exemplo, uma das áreas de atuação.

Zootecnista

Mas o que pouca gente sabe é o quão importante é o zootecnista dentro do aprimoramento genético de um rebanho, trabalhando essa parte por si só. A carne e o leite que saem desse rebanho precisam, ano a ano, serem melhorados para o consumo das pessoas. E é aí que entra o profissional com um conhecimento técnico apurado, e que está sempre pesquisando novos modos de aprimoramento, e também estudando essa melhoria para sempre galgar um degrau na longevidade de um dos negócios mais rentáveis e produtivos do mundo.

A carne, presente em nosso prato cotidianamente, precisa ser melhorada sempre, além da necessidade de criarmos soluções que caminhem junto aos nossos recursos humanos, hídricos e estruturais. Na pratica, isso quer dizer que a produção de carne e leite caminha com os seres humanos pois é preciso aumentar a produção de leite e carne diretamente no cerne do DNA desses animais, melhorando em sequência toda uma cadeia produtiva.

Mas é o Técnico em Zootecnia que estuda e aponta essas melhorias. Quanto melhor a genética daquele boi, melhor é a carne que chega à nossa mesa, garantindo saúde e bem-estar para as pessoas. Investir em profissionais de qualidade da Zootecnia faz parte desse processo de estudo genético e de reprodução, que é também fundamental para aumentar a produção de leite nas fazendas, promover a homogeneidade na produção e aprimorar a fertilidade do rebanho.